Condutor de Turismo de Pesca entra em classificação oficial de ocupações Voltar

Piloteiros, Pirangueiros, Monitores de pesca, dentre outros estão incluídos na medida do governo.



Piloteiro do Rio Negro AM

Condutor de Turismo entra em classificação oficial de ocupações

Atividade reunirá ocupações profissionais relacionadas ao atendimento ao turista de pesca e aventura

Mtur: 26/01/2015

A Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), cadastro gerenciado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), passará a incluir a atividade de condutor de turismo. Com a medida, as ocupações de condutor de Turismo de Aventura e condutor de Turismo de Pesca passam a ser reconhecidas na versão atualizada do documento, com divulgação prevista para fevereiro. A inclusão é resultado da articulação entre os ministérios do Turismo, da Pesca e do Trabalho e Emprego.

A atividade será considerada uma “família ocupacional” da CBO, que tem 2,5 mil atividades profissionais cadastradas. Neste primeiro momento, o grupo vai congregar os condutores de Turismo de Aventura e de Turismo de Pesca. Posteriormente, serão incluídas as atividades de condutores Visitantes de Unidades de Conservação e de monitor de turismo em locais de interesse cultural.

“O reconhecimento de ocupações relacionados ao turismo ocorre no momento em que o MTur desenha a Política Nacional de Qualificação em Turismo, que poderá contribuir com a capacitação de profissionais, a partir da oferta de cursos específicos para estes segmentos”, diz o ministro do Turismo, Vinicius Lages.

No final do ano passado, o Ministério do Trabalho promoveu uma oficina com trabalhadores na tentativa de verificar as atividades realizadas à atuação profissional, com a participação do Ministério do Turismo. A reunião, com participação do Sebrae, da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), do Ministério da Pesca e do Senac, foi mais um passo para estabelecer as competências mínimas essenciais aos profissionais que atuam em atividades relacionadas a esses segmentos.

A Coordenadora Geral de Qualificação e Certificação do MTur, Fernanda Matos, explica o que significa a inclusão de uma ocupação na estrutura da CBO. “A entidade reconhece, codifica e descreve as atividades das ocupações. Um processo que não tem qualquer relação com a regulamentação de profissões”. Segundo ela, a classificação é um importante insumo para a identificação e atualização das profissões ligadas ao setor em consonância com o mercado e um instrumento importante para orientar a formulação de políticas públicas de turismo.

26.01.2015
Copyright © 2005 João Carlos "Pescador de Jaú" Todos os direitos reservados Gestão Ativa - Soluções Web