Entretenimento




MANAUS - combinação perfeita entre cidade e natureza


Vista aérea da ponte
Rodovia Manuel Urbano
Anoitecer no Rio Negro
Anoitecer no Rio Negro
Anoitecer no Rio Negro
Vista aérea da cidade
Vista aérea da cidade
Largo Mestre Chico - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
Ponte de Ferro - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
Ponte Rio Negro - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
Praça da Saudade - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
Complexo Ponta Negra - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
Conjunto Palácio Rio Negro - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
9 - Pra+ºa da Matriz e Igreja Matriz de Nossa Senhora da Concei+º+úo ÔÇô Catedral Metropolitana de Manaus
Prédio da Alfândega e Guarda Mouria - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
Porto de Manaus - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
6 - Pa+ºo da Liberdade
Mercado Municipal Adolpho Lisboa - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
Praça da Polícia e Palacete Provincial - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
Palácio da Justiça - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
Largo de São Sebastão - Manaus - Pesca Sem Fronteiras
Teatro Amazonas - Manaus - Pesca Sem Fronteiras

Manaus é a combinação mais perfeita entre cidade e natureza, o portal de entrada para experiências únicas. No dia-a-dia de uma das maiores cidades do país, que cresce numa velocidade três vezes maior que a média das capitais brasileiras, o visitante vai se surpreender com as inúmeras opções de cultura, lazer e entretenimento.
Formada por uma grande mistura de povos de diferentes origens, que se espelham em sua arquitetura, em sua forma de se relacionar socialmente e de consumir bens e serviços. Daí, inúmeros espaços urbanos, repletos de imponentes prédios históricos restaurados que abrigam teatros, museus, galerias e espaços de convivência que são referência à população.
Várias ilhas, arquipélagos e áreas ecológicas localizados próximos à cidade, tendo destaque para o arquipélago de Anavilhanas, situado nas divisas com o município de Novo Airão, e o Encontro das Águas, famoso cartão-postal da cidade. Limita-se com os municípios de Presidente Figueiredo, Careiro, Iranduba, Rio Preto da Eva, Itacoatiara e Novo Airão.
Possue a maior porção territorial de floresta equatorial do planeta, com altos índices de conservação, Manaus também é privilegiada pela bacia hidrográfica amazônica, que tem no Estado do Amazonas a maior concentração de água doce do orbe terrestre. Com uma configuração natural única e uma rica conformação urbana, oferece um mix de produtos de cidade e de natureza capaz de encantar diferentes perfis de turistas.

Largo de São Sebastião: data do final do século XIX e início do século XX, remanescente do período da borracha em Manaus. O Complexo Largo São Sebastião compreende os atrativos: Teatro Amazonas, Praça São Sebastião, Centro Cultural Palácio da Justiça, e Igreja de São Sebastião.

Teatro Amazonas: Sua construção iniciou em 1882, sendo inaugurado em 31 de dezembro de 1896, no auge do ciclo econômico da borracha. É o principal patrimônio cultural arquitetônico do Amazonas. O Pano de Boca foi pintado por Crispim do Amaral e a decoração do Salão Nobre executada pelo italiano Domenico de Angelis. Foi tombado como patrimônio histórico em 28 de novembro de 1966, tem capacidade para 701 pessoas na platéia e nos andares dos camarotes.Promove visitas guiadas e teatralizadas para turistas e comunidades, com personagens de época revendo fatos importantes de sua história.

Mercado Municipal Adolpho Lisboa: Construído de frente para o Rio Negro no período áureo da borracha, em estilo art noveau, foi oficialmente inaugurado em 1882, possui um pavilhão central em alvenaria, ladeado por dois pavilhões com estrutura em ferro fundido e forjado, com pórtico de ferro rendilhado e vitrais.

Praça da Matriz e Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição – Catedral Metropolitana de Manaus: Primeira igreja erguida após a fundação de Manaus, a Matriz de Nossa Sra. da Conceição foi construída em 1695 por missionários carmelitas. Era uma construção simples e rústica. A obra foi reconstruída pelo então presidente da Província, Manoel da Gama Lobo D’Almada, que ampliou suas instalações. Em 1850, a igreja foi completamente destruída por um incêndio. Vinte anos se passaram entre o lançamento da pedra fundamental e a sua inauguração. O prédio atual da nova igreja da Matriz foi inaugurado em 1878. Sua construção é bastante simples, com predominância de linhas retas em estilo neoclássico. A fachada divide-se em dois andares, com poucos elementos ornamentais. Os seis sinos da igreja foram importados de Portugal e instalados em 1875. Até hoje a igreja mantém uma posição de destaque na paisagem do centro da cidade, localizada sobre uma pequena elevação, em frente ao Porto. A Catedral foi a primeira grande obra arquitetônica realizada em Manaus. Voltada para o Rio Negro, com suas belas escadarias que sugerem o desenho de uma lira, o prédio impressiona pela sua beleza e sobriedade.

Praça da Saudade: é um local extremamente agradável que, rodeado por árvores e jardins que exibem centenas de flores amarelas, tornou-se um ponto bastante freqüentado no centro de Manaus. É possível fazer uma rápida refeição em uma das duas lanchonetes instaladas no local ou simplesmente ler um livro sentado em um dos seus vários bancos. Além disso, por estar localizada em uma área sem prédios altos, é o melhor local no centro da cidade para se observar o céu durante o entardecer.

Outros pontos turísticos da cidade: Palácio da Justiça,Praça da Polícia e palacete Provincial, Conjunto do paço da Liberdade, Conjunto Porto de Manaus, Prédio da Alfâdega e Guarda Mouria, Prédio da Alfâdega e Guarda Mouria, Complexo Ponta Negra, Ponte Rio Negro, Ponte de Ferro,Largo Mestre Chico.


Copyright © 2005 João Carlos "Pescador de Jaú" Todos os direitos reservados Gestão Ativa - Soluções Web